as pessoas boas devem amar seus inimigos. Seu Madruga

ELENCO

Maria Antonieta de las Nieves

Biografia

Maria Antonieta de las Nieves ao lado da Chiquinha, o maior êxito de sua carreira.

Maria Antonieta de las Nieves é um ícone da televisão mexicana. Isso graças ao grande êxito que obteve interpretando a personagem Chiquinha, no humorístico Chaves.

Maria Antonieta tem 63 anos: nasceu no dia 22 de dezembro do ano de 1950, em Tepic, Nayarit, México.

Iniciou-se no meio artístico muito cedo, aos 6 anos, fazendo dublagens. Recebeu seu primeiro prêmio de atuação aos 11 anos de idade, interpretando a personagem María da telenovela "La Leona".

Começou a trabalhar ao lado de Roberto Gómez Bolaños quando este procurava uma mulher jovem para integrar o elenco de Los Supergenios de la Mesa Cuadrada. Quando Chespirito falou com Antonieta sobre a proposta, ela disse que não era atriz cômica e sim dramática. Chespirito replicou dizendo: "Então não é uma boa atriz. Não há atores dramáticos ou cômicos. Há atores." Essas palavras fizeram Maria refletir e aceitar a proposta.

Seu grande trabalho viria dois anos depois, quando ela começaria a interpretar, no seriado Chaves, a personagem Chiquinha - a menina sardenta, de óculos grandes e suéter desarranjado que viria também a consagrá-la a nível mundial.

No ano de 1974, Antonieta de las Nieve teve de se ausentar das gravações das séries por estar grávida. No seriado Chaves foi dada a desculpa de que a personagem Chiquinha havia ido morar na casa das suas tias do interior. No ano seguinte, a atriz regressa ao elenco comandado por Chespirito.

Maria Antonieta de las Nieves e o produtor Gabriel Fernández, com quem é casada até hoje.

Maria Antonieta se casou por volta de 1972, com Gabriel Fernandez, requisitado produtor de televisão mexicana. Ele era quem locutava a abertura do seriado Chaves, dizendo: "Este é o programa número um da televisão humorística".

Chaves deixou de ser gravado definitivamente em 1993. E, no ano de 1994, Maria passou a fazer uma série, onde ela seguiu interpretando a personagem Chiquinha. O programa se chamou "Aqui esta la Chilindrina". Fazia parte do elenco o seu marido Gabriel Fernandez e a sua filha adotiva, Verónica Gómez Fernandez, a série era produzida por Ruben Aguirre (Professor Girafales). O programa teve apenas 17 episódios, mas, mesmo assim, foi reprisado durante cinco anos. Segundo Maria Antonieta, o seriado teve poucos episódios gravados porque Roberto Gómez Bolaños não deixou prosseguir com o programa. No entanto, ela notou que o registro da personagem não havia sido renovado por Chespirito desde 1982. Então, ela registrou em 1995 a personagem em seu nome.

O sucesso do seu programa lhe rendeu um filme chamado "La Chilindrina en Apuros", além de gravar nove CDs, voltados para o público infantil.

Em 2001, Maria ganhou sua primeira neta.

No ano de 2002, Maria Antonieta de las Nieve sofre um pré-infarto. Poucas semanas depois, já estava bem.

Assim como a maioria de seus ex-companheiros, Maria também era proprietária de um circo, onde se apresentava por toda a américa latina e EUA. Mas, no mês de julho de 2003 ela despediu-se da carreira circense na cidade de Toluca, no México.